Indicadores de resiliência a riscos e desastres

instrumentos globais para o enfrentamento de eventos extremos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24302/drd.v10i0.2842

Resumo

Com o aumento da ocorrência de eventos extremos no meio urbano, muitos instrumentos estão surgindo a fim de monitorar as metas e ações das cidades pela busca de comunidades mais preparadas e resilientes. A presente pesquisa teve o objetivo de buscar por indicadores multissetoriais criados com a finalidade de auxiliar os gestores locais no enfrentamento dos riscos e ameaças. Para isto, foi realizada uma análise bibliométrica, a fim de buscar e compreender o perfil mundial quanto a temática. Esta análise foi subdividida em cinco etapas: busca por palavras-chave nos cinco principais portais de pesquisa científica (Capes, Google Scholar, Scielo, Scopus e Web of Science); definição do portal com maiores números de publicações; aprofundamento dos artigos deste portal, filtrando e selecionado àqueles que atendam os objetivos da pesquisa; análise dos resultados; e elaboração de redes de colaboração. Como resultado, tem-se a identificação de 75 indicadores multisetoriais desenvolvidos e publicados, onde o Indicador de Resiliência de Base para Comunidades, o Método Multirrisco e o Índice de Gestão de Risco, são os instrumentos mais citados no meio acadêmico. Os principais periódicos escolhidos pelos autores são o Natural Hazards e o International Journal of Disaster Risk Reduction. Além disso, as maiores cooperações internacionais para a criação dos indicadores se concentram nos Estados Unidos, Espanha e Reino Unido. Os 75 indicadores multisetoriais publicados até o momento apresentam perfis e características próprias que podem servir de base para novos instrumentos, adaptando-os para o atendimento das particularidades de cada região.

Palavras-chave: Indicador. Resiliência. Gestão de risco de desastres. Análise bibliométrica. Redes de colaboração. Desenvolvimento Regional.

Biografia do Autor

Larissa Maria da Silva Ferentz, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Doutoranda e Mestra em Gestão Urbana pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Especialista em Gestão Ambiental para Empresas pela Faculdade Souza. Engenheira Ambiental pela PUCPR.

Carlos Mello Garcias, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo. Mestre em Recursos Hídricos e Saneamento pela Universidade Federal do Rio GrRande do Sul. Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Paraná. Professor titular do Programa de Pós Graduação em Gestão Urbana da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Publicado

2020-05-22

Como Citar

Ferentz, L. M. da S., & Mello Garcias, C. . (2020). Indicadores de resiliência a riscos e desastres: instrumentos globais para o enfrentamento de eventos extremos. DRd - Desenvolvimento Regional Em Debate, 10, 490-511. https://doi.org/10.24302/drd.v10i0.2842

Edição

Seção

Artigos