Impactos socioeconômicos do complexo eólico Canoas e Lagoas a partir da percepção da comunidade local

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24302/drd.v10i0.2528

Resumo

A busca por fontes alternativas de energia vem ascendendo consideravelmente no mundo em virtude das preocupações ambientais e econômicas, a energia eólica surge nesse contexto. No Brasil a região Nordeste merece destaque, pois se tornou uma das principais regiões concentradoras de projetos deste setor, conhecida por sua forte irradiação solar e pelas altas temperaturas, a região interiorana do estado da Paraíba, Seridó paraibano, foi recentemente descoberta pela Força Eólica do Brasil (FEB), em virtude do seu alto potencial para aproveitamento eólico. A empresa implantou na localidade o complexo eólico Canoas e Lagoas, formado por três parques: Lagoa I e II e Canoas, contando com quarenta e cinco aerogeradores distribuídos nos municípios de Santa Luzia, São José do Sabugí e Junco do Seridó. Nesse sentido, o estudo realiza abordagens nesta área, e a partir do que vem sendo mencionado, o trabalho objetiva avaliar as perspectivas de impactos socioeconômicos acarretados pela construção dos parques eólicos nas cidades citadas, pretendendo visar as expectativas de geração de emprego esperado pelos moradores, bem como a melhoria da economia para a região, e a investigação da perspectiva do comércio local para desenvolvimento do seu negócio, destacando-se os ramos alimentício e imobiliário. Foi utilizado o método da revisão bibliográfica e jornada de campo, aplicou-se questionários durante o mês de dezembro de 2017, que buscaram coletar as opiniões da população dos municípios estudados. Dessa forma, constatou-se que o empreendimento da FEB gerou impactos sociais e econômicos positivos na região, onde foi possível verificar a forma na qual as pessoas foram beneficiadas.

Palavras chaves: Energia eólica. Paraíba. Impactos socioeconômicos.

Biografia do Autor

Otávio Paulino Lavor, Universidade Federal Rural do Semi-árido

Doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Professor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Rio Grande do Norte. Brasil.

Isis dos Santos Costa, Universidade Federal Rural do Semi-árido

Graduada em Ciência e Tecnologia. Graduanda em Engenharia Civil. Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Rio Grande do Norte. Brasil.

Publicado

2020-01-08

Como Citar

Lavor, O. P., & Costa, I. dos S. (2020). Impactos socioeconômicos do complexo eólico Canoas e Lagoas a partir da percepção da comunidade local. DRd - Desenvolvimento Regional Em Debate, 10, 36-55. https://doi.org/10.24302/drd.v10i0.2528

Edição

Seção

Artigos