Aproximações libertárias para uma desobediência ético jurídica da personalidade: o eu, o espelho e o estado

José Manuel de Sacadura Rocha

Resumo


Trata-se de considerar a desconstrução do sujeito para uma redefinição ético-jurídica da personalidade. Com base em considerações libertárias, o estudo discute as formas de violência institucionalizadas sobre o indivíduo e o esvaziamento da noção de liberdade em vistas da razão de Estado. Propõe uma condição ética anárquica para a reconstrução de um sujeito único cuja opção pela convivência seja a decência desobediente.

 

 


Palavras-chave


Anarquismo. Ética. Liberdade. Individualidade. Desobediência. Direito Subjetivo.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.24302/prof.v2i1.707

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSNe 2358-6125