A contribuição do turismo social do SESC para o crescimento e o desenvolvimento da microrregião de Caldas Novas e Rio Quente em Goiás

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24302/drd.v9ied.%20esp..2129

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar o turismo social do Sesc como indutor do crescimento e desenvolvimento da Microrregião de Caldas Novas e Rio Quente. Entende-se que o Sesc trabalha para a democratização do acesso ao produto turístico, atuando como agente de inclusão social. Esse esforço para a promoção de oportunidades de lazer para os trabalhadores do comércio de bens e serviços não se resume em um serviço isolado de vendas de excursões, mas pressupõe a integração de todo o equipamento disponível para o aproveitamento do tempo livre.

Palavras-chave: Crescimento. Desenvolvimento. Inclusão Social. Sesc. Turismo social.

Biografia do Autor

Ycarim Melgaço Barbosa, Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Doutor em Geografia pela Universidade de São Paulo. Professor do Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Sandra Cristine Toribio de Sena, Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Mestranda do Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

José Leopoldo da Veiga Jardim Filho, Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Mestrando do Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

Publicado

2019-05-16

Como Citar

Barbosa, Y. M., Sena, S. C. T. de, & Jardim Filho, J. L. da V. (2019). A contribuição do turismo social do SESC para o crescimento e o desenvolvimento da microrregião de Caldas Novas e Rio Quente em Goiás. DRd - Desenvolvimento Regional Em Debate, 9(ed. esp.), 110-125. https://doi.org/10.24302/drd.v9ied. esp.2129