As relações de aprendizagem no ambiente da brinquedoteca universitária

Autores

  • Jucilene Aparecida de Lima Adur Universidade do Contestado
  • Maria Benedita de Paula e Silva Polomanei

DOI:

https://doi.org/10.24302/agora.v19i2.633

Palavras-chave:

Brinquedoteca. Atividade lúdica. Aprendizagem. Potencialidades

Resumo

Este artigo foi desenvolvido após as experiências vivenciadas na brinquedoteca universitária, fruto de um projeto de pesquisa que tem como tema as relações de aprendizagem no ambiente da brinquedoteca universitária. Com o desafio de compreender a brinquedoteca universitária como espaço pedagógico para desenvolver estudo e pesquisa referente ao processo de ensino e aprendizagem e como espaço para mediar atividades entre a universidade, cursos de magistérios, alunos da educação infantil e comunidade. O brincar é uma atividade específica da infância em que a criança recria a realidade usando sistemas simbólicos. A atividade lúdica, desenvolvida dentro de um ambiente onde favoreça a aflorar a imaginação, estimula a criatividade e a autoconfiança. Dessa maneira, o educador em formação poderá reconhecer que brincando a criança aprende. A brinquedoteca é um espaço apropriado para potencializar as habilidades adquiridas na sala de aula.

Biografia do Autor

Jucilene Aparecida de Lima Adur, Universidade do Contestado

Acadêmica bolsista do Curso de Ciências Contábeis da Universidade do Contestado- UnC Canoinhas.

Maria Benedita de Paula e Silva Polomanei

Mestre em Educação pela UNISUL. Docente da Universidade do Contestado- UnC Canoinhas, Campus Canoinhas/SC, Brasil. Membro do Grupo de Pesquisa Giorgio Agamben.

Publicado

2015-06-30

Como Citar

Adur, J. A. de L., & Polomanei, M. B. de P. e S. (2015). As relações de aprendizagem no ambiente da brinquedoteca universitária. Ágora : Revista De divulgação científica, 19(2), 24-39. https://doi.org/10.24302/agora.v19i2.633

Edição

Seção

Artigos