Níveis de pressão arterial de adultos jovens

Autores

  • Valéria Silvana Faganello Madureira Universidade da Fronteira Sul
  • Vilma Beltrame Universidade do Contestato - Campus Concórdia
  • Karina Schaefer Universidade do Contestado (UnC)
  • Tatiana Gaffuri da Silva Universidade da Fronteira Sul

DOI:

https://doi.org/10.24302/agora.v18i2.410

Palavras-chave:

Adulto jovem, Pressão arterial, Hipertensão arterial sistêmica

Resumo

Trata-se de um estudo quantitativo que teve como objetivo conhecer os níveis de pressão arterial de adultos jovens (20 a 40 anos) moradores do município de Concórdia - SC. A pesquisa contou com 300 participantes, sendo 150 do sexo masculino e 150 do sexo feminino, para os quais foi aplicado um formulário de questões e verificado suas pressões arteriais. A coleta de dados foi feita no período de junho a agosto de 2010. Os dados coletados foram organizados num banco de dados, apresentados em tabelas e gráficos, analisados com estatística descritiva e discutidos com base na literatura estudada. Os resultados apresentaram uma prevalência de hipertensão arterial de 38,6% com predominância em sexo masculino, faixa etária de 20 a 30 anos, negros, moradores da zona urbana e naqueles que referiram história familiar da doença. A hipertensão auto-referida teve uma prevalência de 16,3% e destes, apenas 32,7% fazem uso de medicações anti-hipertensivas. Sobre a verificação periódica da pressão constatou-se que 76,6% não a fazem e, ao questionarem-se os motivos, 73,3% de todos os participantes não julgavam necessário verificar a pressão. Três participantes apresentaram níveis de pressão arterial sistólica ≥ 180 mmHg e/ou diastólica de ≥ 110 mmHg. Nesses casos, a pressão arterial foi novamente verificada depois de quinze dias. Todos eles se mantiveram hipertensos, porém somente um tinha diagnóstico prévio. Nenhum destes participantes apresentou manifestações clínicas no momento da verificação. Todos foram encaminhados para controle da PA nas unidades de saúde de referencia.

Biografia do Autor

Valéria Silvana Faganello Madureira, Universidade da Fronteira Sul

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Vilma Beltrame, Universidade do Contestato - Campus Concórdia

Doutor em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2008). Possui Graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (1980), mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000).  Pesquisa, produção técnica e tecnológica focadas em Cuidado no Envelhecimento Humano e nas Condições Crônicas Não Transmissíveis. Professora dos Cursos de Enfermgem e Nutrição da UnC - Concórdia.

Karina Schaefer, Universidade do Contestado (UnC)

Enfermeira. Formada pela Universidade do Contestado

Tatiana Gaffuri da Silva, Universidade da Fronteira Sul

Enfermeira. Mestre em Ciências da Saúde Humana pela UnC

Publicado

2013-12-05

Como Citar

Faganello Madureira, V. S., Beltrame, V., Schaefer, K., & Silva, T. G. da. (2013). Níveis de pressão arterial de adultos jovens. Ágora : Revista De divulgação científica, 18(2), 30-52. https://doi.org/10.24302/agora.v18i2.410

Edição

Seção

Artigos