A inserção do serviço social na estratégia de saúde da família – ESF

Autores

  • Mariane Michele Leandro Gonçalves Universidade do Contestado - UnC

DOI:

https://doi.org/10.24302/agora.v18i1.243

Palavras-chave:

SUS, Estratégia Saúde da Família, Assistente social, Política de saúde

Resumo

A inserção do assistente social na política de saúde ocorreu de forma lenta e gradativa, ainda há programas e setores em que a atuação do serviço social é necessária, porém o desconhecimento ou a falta de entendimento acerca da profissão inibem a formação de equipes de trabalho que contemplem o assistente social como parte daquele contexto. A política de saúde teve avanços desde a sua garantia como direito na Constituição Federal de 1988, a Lei 8080 de 1990, trouxe a implantação do Sistema Único de Saúde - SUS para o Brasil, e com ele a divisão dos níveis de atendimento dentro deste sistema de acordo com a necessidade da população e das especificidades que devem ser atendidas. Neste contexto, surge o Programa de Saúde da Família - PSF , em 1994, que atualmente possui outra nomenclatura Estratégia de Saúde da Família - ESF, que vem para atender a população na atenção primária de saúde do SUS, é a porta de entrada para os atendimentos e encaminhamentos para as especialidades que são requisitadas. Por tanto, esta pesquisa vem demonstrar a importância da inserção do serviço social na ESF, demonstrando nos objetivos do programa e na política de saúde características que são do perfil do profissional de serviço social, bem como pesquisando in loco no ESF se eles têm essa necessidade ou não e a opinião de assistentes sociais conhecedores de suas atribuições.

Biografia do Autor

Mariane Michele Leandro Gonçalves, Universidade do Contestado - UnC

Graduada em Serviço Social e Especialista em Saúde Pública pela Universidade do Contestado

Publicado

2013-04-15

Como Citar

Gonçalves, M. M. L. (2013). A inserção do serviço social na estratégia de saúde da família – ESF. Ágora : Revista De divulgação científica, 18(1), 177-194. https://doi.org/10.24302/agora.v18i1.243

Edição

Seção

Artigos