EFEITOS DO USO CRÔNICO DA SEMENTE DE LINHAÇA (Linum usitatissimum) SOBRE A FUNÇÃO INTESTINAL E VARIAÇÃO DO PESO CORPORAL EM MULHERES

Autores

  • Juliângela Mariane Schröeder Universidade do Contestado
  • Patrícia Santos Universidade do Contestado

DOI:

https://doi.org/10.24302/agora.v16i2esp..155

Palavras-chave:

Semente de Linhaça. Constipação Intestinal. Peso corporal.

Resumo

São inúmeros os efeitos terapêuticos atribuídos a Semente de Linhaça (Linum usitatissimum) entre eles estão: laxativo suave e redução do peso corporal. A Constipação é uma diminuição da freqüência de evacuações com dificuldades para evacuar, causada pela baixa ingestão de fibras e líquidos. A Obesidade é o acúmulo excessivo de gordura corporal, resultado da falta de exercícios, fator genético e hábitos errôneos. Estas são consideradas patologias e devem ser tratadas. Os tratamentos mais utilizados para estes problemas são fármacos sintéticos e fitoterápicos. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos do uso crônico da semente de linhaça sobre a função intestinal e variação do peso corporal em mulheres. Foi realizado com mulheres entre 18 a 60 anos, com problemas de constipação intestinal e IMC acima de 20. As participantes se comprometeram a utilizar diariamente, durante 6 meses, a semente de linhaça marrom na quantidade de 1 colher de sopa por dia. No início foi coletado o peso corporal e número de evacuações/semana. A cada mês foram avaliadas a frequência de evacuações e a variação de peso corporal. Os resultados obtidos demonstram que o uso da Semente para a melhora da Constipação Intestinal é eficaz na maioria dos casos. Com relação à diminuição do peso corporal, houve eficácia em uma pequena porcentagem das participantes. Diante dos resultados, observa-se que a Linhaça é uma boa alternativa para o tratamento da Constipação, porém com relação à redução do peso corporal são necessários mais estudos e com outras formas de uso para comprovar sua eficácia.

Publicado

2012-04-12

Como Citar

Schröeder, J. M., & Santos, P. (2012). EFEITOS DO USO CRÔNICO DA SEMENTE DE LINHAÇA (Linum usitatissimum) SOBRE A FUNÇÃO INTESTINAL E VARIAÇÃO DO PESO CORPORAL EM MULHERES. Ágora : Revista De divulgação científica, 16(2esp.), p. 656-661. https://doi.org/10.24302/agora.v16i2esp.155