Prevalência dos acidentes por Tityus Costatus e Loxosceles sp no município de Rio Negrinho/SC e ações profiláticas adotadas pela população

  • Camila H.G. Junkes Universidade do Contestado
  • Luciana Maria Mazon Universidade do Contestado- Mafra
Palavras-chave: Animais Peçonhentos, Acidentes, Profilaxia.

Resumo

Os acidentes por animais peçonhentos ocorrem no país durante todo o ano, tendo um aumento no número de casos no período de chuvas e altas temperaturas. Este estudo teve como objetivo identificar a prevalência dos acidentes pelas espécies Loxoceles e Tityus costatus no município de Rio Negrinho/ SC, assim como identificar as medidas profiláticas adotadas por esta população. O estudo ocorreu em duas etapas. Inicialmente foi realizada pesquisa documental em banco de dados online (DATASUS), para determinar o número de acidentes por Tityus costatus (CID 10- T63.2) e Loxosceles (CID 10- T 63.3) no município de Rio Negrinho/ SC no período de 2009 a 2011, assim como as áreas com maior número de animais encontrados e acidentes registrados. Posteriormente se realizou pesquisa de campo com investigação in loco, de cunho quantitativo, utilizando instrumento semiestruturado, o qual foi aplicado aos munícipes, para determinar as ações adotadas para a profilaxia dos acidentes por Tityus costatus e Loxosceles. A amostra foi aleatória, sendo adotado como amostra representativa 70 sujeitos. O estudo revelou que que a prevalência dos acidentes por Loxosceles superam aqueles por Tityus costatus no município de Rio Negrinho e em Santa Catarina. A população julga reconhecer os animais peçonhentos, no entanto possuem dificuldade em apontar de forma correta as medidas profilática adequadas para impedir os acidentes. Os dado apresentados pelo estudo são relevantes por levantarem novas questões e hipóteses, as quais poderão servir como base para futuros estudos, que possam contribuir para as ações de vigilância em saúde

 

Biografia do Autor

Camila H.G. Junkes, Universidade do Contestado
Graduanda em Enfermagem pela Universidade do Contestado, Campus Mafra, Bolsista Artigo 170 /CE/SC
Luciana Maria Mazon, Universidade do Contestado- Mafra
Graduada em Enfermagem pela Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC, com especialização em Gestão Pública em Saúde pela UFPR. Mestranda do curso de Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas pela Universidade do Contestado/UnC. Atualmente é servidora pública atuante na área de saúde coletiva e docente da Universidade do Contestado Campus Mafra.
Publicado
2013-08-20
Como Citar
Junkes, C., & Mazon, L. (2013). Prevalência dos acidentes por Tityus Costatus e Loxosceles sp no município de Rio Negrinho/SC e ações profiláticas adotadas pela população. Saúde E Meio Ambiente: Revista Interdisciplinar, 2(1), 33-43. https://doi.org/10.24302/sma.v2i1.322
Seção
Artigos