Avaliação e caracterização de insalubridade pro exposição á ruído em uma empresa de reciclagem de plástico

  • Roger Francisco Ferreira de Campos UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE-UNIARP, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA -UDESC e INSTITUTO CASA VIVA - ICV
  • Antonio Pedro Tessaro Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)

Resumo

As condições de trabalho em muitas empresas e indústrias possibilitam situações de risco à qualidade de vida dos seus colaboradores, dentre essas situações está à exposição aos altos níveis de ruído. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a higiene ocupacional de um colaborador no processo de extrusão de plástico em uma empresa de reciclagem, através da análise da emissão de ruído, com a perspectiva do cálculo de insalubridade. O trabalho foi realizado em uma empresa de recuperação de plástico do município de Caçador/SC, para os cálculos de insalubridade seguiu a partir da dose e exposição ao ruído conforme a NR-15 e NHO-01. Através do estudo pode-se observar que o colaborador da empresa está sob uma situação de exposição inaceitável, obtendo a consideração técnica como critica e nível de atuação recomendada para ações de controle urgente, conformes  as diretrizes de cálculos da NR-15 e NHO-01, visto que o nível do ruído Leq é de 87,18 dB(A), buscando atenuar esse questão o colaborador recebe Equipamento de Proteção Individual (EPI) que atenua o ruído. Assim, é preciso de um monitoramento continuo da segurança do trabalhador em questão, visto que se o mesmo não realizar a utilização do EPI o mesmo pode sofrer consequências no seu processo de audição.

Palavras-chave: Monitoramento do Ruído. Ruído Ocupacional. Ruído. 

Biografia do Autor

Roger Francisco Ferreira de Campos, UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE-UNIARP, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA -UDESC e INSTITUTO CASA VIVA - ICV

É mestre em Ciências Ambientais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2018). Possui graduação em Engenharia Ambiental (2014) e Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (2017), pós-graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária pela Universidade Candido Mendes (2016), pós-graduação em Engenharia de Segurança de Trabalho pela Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (2016) e pós-graduação em Direito Ambiental pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (2017). Atua como professor e pesquisador da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe e é membro da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Caçador- ADEAC. Tem experiência em Gerenciamento de Resíduos Sólidos, Levantamento Biológico de Basidiomicetos, Análise Experimental de Água e Efluentes, Saneamento Básico e Recuperação de Áreas Degradadas. Atuando principalmente nos seguintes temas: Gestão de Resíduos Sólidos, Gestão de Recursos Hídricos, Biorremediação e Fitorremediação de áreas contaminadas.

Antonio Pedro Tessaro, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)

Engenheiro Elétrico, Especialista em Segurança do Trabalho, Mestre em Engenharia: Energia, Ambiente e Materiais pela Universidade Luterana do Brasil – ULBRA. Professor da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP). Caçador. Santa Catarina. Brasil.

Publicado
2019-06-18
Como Citar
Campos, R., & Tessaro, A. (2019). Avaliação e caracterização de insalubridade pro exposição á ruído em uma empresa de reciclagem de plástico. Saúde E Meio Ambiente: Revista Interdisciplinar, 8, 137-147. https://doi.org/10.24302/sma.v8i0.2041
Edição
Seção
Artigos