A potência da inoperosidade

Fernando Gigante Ferraz

Resumo


O personagem Bartleby de Melville e seu recorrente "preferiria não" é um representante do sintoma da depressão psicanalítica nascente no século XIX? Se tentará responder essa questão fazendo inicialmente um contorno através das noções de conatus e de "vontade de potência" em Espinosa e Nietzsche respectivamente. Em seguida o texto se depara com a noção de "potência de não" de Agamben, estrutura teórica da leitura que o filósofo italiano fará de Bartleby, como aquele que "pode", não querendo. Por fim o texto se encaminha para uma resposta negativa à pergunta inicial, calcado no conceito de "demissão subjetiva" de Lacan.

Palavras-chave


Vontade de potência. Conatus. Inoperosidade. Desejo. Bartleby.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.24302/prof.v2i2.858

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSNe 2358-6125