Entre o invisível e o “herói”

novos olhares sobre o movimento sertanejo do Contestado

Autores

  • Alexandre Assis Tomporoski Universidade do Contestado
  • Elói Giovane Muchalovski Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná
  • Ivone Mazutti de Geroni Universidade do Contestado (UnC)
  • Pablo Bonifácio Cordeiro de Lima Universidade do Contestado (UnC)

DOI:

https://doi.org/10.24302/prof.v6iEd.%20esp..2347

Resumo

O presente artigo objetiva analisar o processo histórico pertinente à instauração do município de Canoinhas (SC) e desvelar o papel desempenhado pelo fundador do município a partir de uma perspectiva que transcende a ideia de pioneiro e reconstrói a sua multiplicidade de relações. Para tanto, concebe-se a região em tela como uma região de fronteira, o que permite examinar os embates e seus aspectos trágicos, que resultaram em genocídios ou em cruentas lutas de classe. Foram analisadas fontes oficiais e jornalísticas, viabilizando a construção de uma narrativa alternativa à oficial, na qual os indígenas deixam de ser invisibilizados e o pioneiro não é heroificado. Conclui-se que, o processo histórico que resultou no surgimento do município de Canoinhas, decorreu de um conjunto de intensos conflitos, que impactaram sobre populações indígenas e demais grupos que pretendiam o controle da região.

Palavras-chave: Contestado. Indígenas. Pioneiro.

Biografia do Autor

Alexandre Assis Tomporoski, Universidade do Contestado

Possui graduação em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2003), mestrado (2006) e doutorado (2013) em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. Sua atuação concentra-se nas áreas de história do Contestado e história do trabalho no Brasil. Atualmente é professor do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional e de diversos cursos de graduação da Universidade do Contestado (UnC), campus Canoinhas, onde também coordena o Núcleo de Pesquisa em História.

Elói Giovane Muchalovski, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná

Mestre em História pela Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, Campus Irati. Paraná. Brasil.

Ivone Mazutti de Geroni, Universidade do Contestado (UnC)

Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade do Contestado. Santa Catarina. Brasil.

Pablo Bonifácio Cordeiro de Lima, Universidade do Contestado (UnC)

Graduando em Direito pela Universidade do Contestado. Santa Catarina. Brasil.

Publicado

2019-11-18

Como Citar

Tomporoski, A. A., Muchalovski, E. G., Geroni, I. M. de, & Lima, P. B. C. de. (2019). Entre o invisível e o “herói”: novos olhares sobre o movimento sertanejo do Contestado. Profanações, 6(Ed. esp.), 119-136. https://doi.org/10.24302/prof.v6iEd. esp.2347