Inoperosidade, vita activa e a busca pela leveza: um olhar sobre a sociedade do desempenho / Inoperosity, vita activa and the search for lightness: a look at performance society

Andrezza Lima de Medeiros

Resumo


O presente artigo intenciona abordar o conceito de Inoperosidade, do filósofo italiano Giorgio Agamben, bem como o conceito de Vita activa da pensadora alemã Hannah Arendt, de modo a refletir sobre os rumos da sociedade coercitiva e do desempenho na contemporaneidade. Tais práticas afetam diretamente sentimentos que deveriam ser cultivados pelo homem desde a antiguidade, como felicidade e alegria. A busca pela leveza, no contexto de uma sociedade pautada na primazia do agir, pressupõe um alívio do peso dos medos e ambições.

Abstract

This article intends to address the concept of Inoperosity by the Italian philosopher Giorgio Agamben as well as the concept of Vita activa by the German thinker Hannah Arendt in order to reflect on the paths of coercive and performance society at contemporaneity. Such practices directly affect feelings that should be cultivated by man since the antiquity, such as happiness and joy. The search for lightness, in the context of a society based on the primacy of action, presupposes a relief from the weight of fears and ambitions.


Palavras-chave


Inoperosidade. Vita activa. Sociedade do desempenho. Leveza. Inoperosity. Performance Society. Lightness.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.24302/prof.v5i1.1752

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSNe 2358-6125