A questão dos migrantes na Europa em perspectiva de análise com as categorias vida nua e estado de exceção de Agamben

Aléssio da Rosa, Castor Marí Martin Bartolomé Ruiz

Resumo


O presente artigo se propõe a esboçar algumas chaves de leitura para uma possível interpretação da questão dos migrantes que chegam à Europa em perspectiva de análise com as categorias vida nua e estado de exceção de Agamben. Sabe-se que o drama dos migrantes torna-se a cada dia uma causa humanitária de enorme proporção, que ultrapassa em muito os desafios de cruzar o mediterrâneo em precárias embarcações ou receber alguma alimentação e cuidados médicos pontuais quando aportam no continente europeu.  Agamben denuncia por meio, das categorias vida nua e estado exceção, a urgência de uma tomada de decisão frente ao drama humano que aí está. Como apontar um caminho plausível frente ao desafio de milhares de pessoas de todas as idades que fogem aos horrores das guerras e da fome dos seus respectivos países em direção ao velho continente em busca de refúgio e uma chance de retomar as suas vidas? Certamente erguer cercas, cercar as fronteiras, impedir que aportem na costa europeia os milhares de migrantes, não será uma solução plausível para o êxodo humanitário que se apresenta em nossos dias, com inúmeras perdas ao longo da travessia do mar mediterrâneo.  A figura do migrante ou refugiado interpela a quebra de um paradigma preconceituoso e xenofóbico, em vista de uma causa humanitária que requer uma ação efetiva que possa devolver a dignidade, estampada no rosto humano do migrante portador de direitos à uma vida digna e autêntica em uma nova pátria. Vida nua e estado de exceção, são conceitos estratégicos para denunciar os dispositivos de controle biopolíticos contemporâneos expressos por meio de atos de xenofobia e exclusão em seus variados processos de subjetivação do vulnerável, impedindo de emergir a dimensão da ação humana que deverá constituir a política que vem, uma política de integração, de acolhida e ressignificação da vida como plena potência criativa frente ao ser humano tornado exceção e nu em seus direitos e dignidade.

Palavras-chave


Migrantes. Estado de exceção. Vida nua. Potência criativa.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.24302/prof.v4i1.1285

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSNe 2358-6125