Análise dos fatores para implantação do sistema Kanban em uma empresa cerâmica de Rio Negrinho, SC

Autores

  • Juliana Aparecida Weiss Universidade do Contestado (UnC)

DOI:

https://doi.org/10.24302/agora.v20i1.765

Palavras-chave:

Kanban. JIT. Melhoria Contínua.

Resumo

Com o passar do tempo nota-se as dificuldades encontradas pelas empresas em seus processos produtivos, nessa empresa de cerâmica não é diferente. Ela trabalha com o sistema TOTVS – Microsiga, porém sua programação é realizada por uma planilha de Excel. Devido a isso surgiu o interesse pelo estudo sobre uma possível implantação do sistema kanban dentro dessa organização. Será verificado também o sistema Just-in-time (JIT), que é formada por duas premissas básicas: a melhoria contínua, que implica que o JIT é um processo contínuo, e a eliminação de perdas, o que significa minimizar todas as atividades que não agregam valor diretamente ao produto ou serviço ao cliente, onde essas duas premissas precisam do sistema kanban para gerenciar o fornecimento de materiais nos postos de trabalho no momento certo. Tendo isso como base, o objetivo desse trabalho é propor a utilização do sistema kanban como forma de programação da produção. Essa pesquisa foi realizada através da verificação das demandas  e observações dentro da empresa para análise de quais fatores influenciariam para implantação do sistema kanban. Dentre aproximadamente 1.500 itens, 14 foram os que se destacaram e serão usados para o estudo do kanban. Esses 14 itens estão representando 88% das vendas do período analisado (Janeiro a Agosto de 2014). Foi usado um setor piloto para o estudo, o qual foi a embalagem de pedidos. Os resultados dessa pesquisa se mostram satisfatórios, eliminando os desperdícios, ajustando o lead time da empresa e principalmente organizando o método produtivo da empresa.

Publicado

2015-08-06

Como Citar

Weiss, J. A. (2015). Análise dos fatores para implantação do sistema Kanban em uma empresa cerâmica de Rio Negrinho, SC. Ágora : Revista De divulgação científica, 20(1), 50-68. https://doi.org/10.24302/agora.v20i1.765

Edição

Seção

Artigos